Permissão para Dirigir no Exterior: Conheça o passo a passo para brasileiros

Além do passaporte, para viajar e poder dirigir um veículo automotor no exterior é necessário uma documentação específica. Saiba mais detalhes a seguir nesse artigo!

Assim como acontece em território brasileiro, para dirigir em qualquer outro país do mundo também é necessário possuir um documento que comprove a capacidade do condutor.

Em terras tupiniquins o documento em questão leva o nome de CNH (Carteira Nacional de Habilitação), mas cada país tem liberdade para batizar a sua “carta” como bem entender.

O que alguns condutores brasileiros não sabem, no entanto, é que existe uma série de países mundo afora que aceitam que motoristas brasileiros trafeguem em suas rodovias utilizando uma “carteira de habilitação internacional” que expedida aqui mesmo no Brasil.

Para conhecer mais sobre esse peculiar documento e entender quais são as suas funções e regras, continue lendo este artigo.

Permissão Internacional para Dirigir: o que é?

Mulher com Permissão para dirigir no exterior
Dirigir sem a devida autorização no exterior pode dar uma grande dor de cabeça. Foto: Pexels

A Permissão Internacional para Dirigir (PID) é um documento expedido pelas autoridades de trânsito brasileiras e só pode ser acessado por condutores devidamente habilitados e que estejam com a CNH em dia.

Com a posse da permissão, motoristas brasileiros podem conduzir veículos fora do Brasil em uma série de países, situados em todos os continentes, que aceitam o documento.

Ao contrário do que algumas pessoas pensam ao se deparar com a sigla pela primeira vez, a obtenção da permissão para dirigir fora do país não demanda nenhum processo burocrático.

Atualmente, qualquer condutor brasileiro pode solicitar, via internet, a sua PID. O processo é bastante simples e as únicas informações necessárias serão aquelas constantes na CNH brasileira da pessoa.

O prazo de validade da PID varia de três anos ao prazo de validade da CNH do condutor em questão.

Como solicitar a PID?

O primeiro passo para ter a permissão internacional para dirigir, por assim dizer, é tirar a habilitação nacional. 

Afinal de contas, como já foi dito anteriormente, toda a comprovação de que a pessoa é devidamente capaz de conduzir ou pilotar um veículo, é efetuada na obtenção da CNH.

O candidato à habilitação passará por todo o processo de habilitação, composto das seguintes etapas:

  • Pagamento de taxas do DETRAN;
  • Exames (psicotécnico e ocular);
  • Curso teórico (45 horas/aula);
  • Prova teórica;
  • Aulas práticas;
  • Prova prática.

Vale destacar, também, que durante o processo burocrático o candidato precisa se preparar na teoria, fazendo simulados da prova teórica, como o simulado detran rr, e na prática, para aprender os trajetos e manobras exigidos na prova prática.

Uma vez habilitado e com a permissão para dirigir em mãos, o novo motorista deve esperar um ano até receber a CNH definitiva, e só então pode pedir a PID.

Para solicitar a carteira de habilitação internacional, o passo a passo é o seguinte:

  1. Entrar no site oficial do DETRAN do estado correspondente;
  2. Fazer cadastro no site, fornecendo dados pessoais;
  3. Procurar o campo de solicitação da PID;
  4. Preencher todos os dados exigidos e concluir a operação;
  5. Esperar que o documento chegue até o endereço cadastrado.

Com a PID finalmente em mãos, o condutor poderá dirigir fora do Brasil sem problemas. A habilitação internacional deve ser conduzida junto com a CNH brasileira e outros documentos pessoais, para o caso de necessidade de apresentação dos mesmos.

Em que lugares a carteira de habilitação internacional é aceita?

Os países que aceitam a permissão para dirigir no estrangeiro emitida no Brasil são as nações signatárias da Convenção de Viena e/ou que tenham relações de reciprocidade diplomática.

Esses países, são:

  • África do Sul;
  • Austrália; 
  • Alemanha; 
  • Canadá; 
  • Espanha;
  • Estados Unidos;
  • França;
  • Itália;
  • Israel;
  • México;
  • Nova Zelândia;
  • Portugal;
  • Reino Unido;
  • Rússia;
  • Suíça;
  • Suécia;
  • Todos os países das Américas do Sul, Central e Caribe;
  • Entre outros.

Cada um desses países possui regras específicas para a aceitação da PID. A lista de países pode ser atualizada, tanto para subtração quanto para adição de países, a qualquer momento. Tudo depende da manutenção dos pactos diplomáticos vigentes e da confecção de novos.

Conclusão

Lendo esse artigo, o usuário pôde entender o que é a permissão para dirigir fora do Brasil, como fazer para tirar a PID e em que países ela é aceita. Todas as informações estão dispostas de forma clara, completa e objetiva. Deixe o seu comentário e ajude os leitores do Agora Viagem!

Web Stories Recentes

5/5 - (1 voto)