Museu da Ferrari: guia completo para você visitar

Se você gosta de carros, muito provavelmente ama a Ferrari. Não é à toa que em eventos especializados, essa marca é uma das que mais atrai o público em geral. Nesse caso, o lugar ideal pra você é o Museu da Ferrari, em Maranello, na província de Modena, na Itália. Bom destacar que é nessa cidade que está localizada a sede da fabricante da marca.

A Rhino Auto Parts, loja online especializada em peças automotivas, selecionou algumas dicas para você. Então, acompanhe a leitura.

Localização do Museu da Ferrari

Em primeiro lugar, você precisa saber que Maranello está localizado na província de Modena, que, por sua vez, faz parte da região da Emília Romanha. Essa província fica distante de Milão uns 190 km, e além de abrigar a fábrica da Ferrari, o local possui uma pista de testes, e (é claro) o museu da montadora, cujo endereço exato é Via Alfredo Dino Ferrari, 43.

Maranello Ferrari Museu
Fachada do Museu da Ferrari em Maranello, Itália

O horário de funcionamento do museu varia de acordo com os períodos do ano. Com exceção de 25 de dezembro e 1° de janeiro, ele é aberto diariamente das 9h30 às 18h (entre os meses de novembro e março) e das 9h30 às 19h (entre abril e outubro).

Qual a história do Museu da Ferrari?

Na verdade, a fabricante dessa marca começou com o nome Scuderia Ferrari, sendo criada em 1939 por Enzo Ferrari. Inicialmente, a intenção era patrocinar pilotos e carros de corrida, até mesmo porque o fundador da empresa era apaixonado pelo automobilismo desde os 10 anos de idade, quando viu o circuito de Bolonha a corrida de carro de 1908.

No entanto, apenas em 1946, com o fim da Segunda Grande Guerra, que foi lançado o primeiro veículo da fabricante: a Ferrari 125 Sport com motor V12 de 1500 cc. Porém, a estreia se deu mesmo em 1947, quando esse carro participou do Grande Prêmio de Roma, em 1947, vencendo a competição. No ano seguinte, veio o primeiro modelo de rua, que foi batizado de 166 Inter.

Sim, mas, quando começaram os grandes títulos na Fórmula 1?

Em 1951, houve a primeira de muitas vitórias que a Ferrari iria conseguir na Fórmula 1. Cinco anos depois, o piloto Juan Manuel Fangio ganhou o campeonato mundial a bordo de uma Ferrari, o que consolidou ainda mais a marca entre os amantes de corridas e de carros em geral.

Museu Ferrari Maranello
F1 no Museu Ferrari

Os anos 60, no entanto, não foi um bom período para a montadora, que, na ocasião, vendeu 50% de suas ações para a Fiat. Esta, hoje em dia, detém 90% das ações da fabricante.

E, toda essa história está devidamente retratada no museu.

Estrutura do Museu da Ferrari

O local, no total, tem dois andares, com o primeiro sendo ocupado por carros da Fórmula 1 e simuladores de corrida. Já o segundo apresenta uma exposição que faz cair o queixo de qualquer apaixonado pela Ferrari: são muitos modelos clássicos, como, por exemplo, a Tesatarossa, além de protótipos de veículos e raridades, como é o caso da La Ferrari e a Ferrari Enzo.

Existe um local que, com certeza, é um dos melhores do museu, que é a sala de troféus, e que ainda possibilita uma experiência super interativa: selecionar um modelo de sua preferência, e ouvir o barulho do seu motor, enquanto vê imagens dos melhores momentos daquele determinado modelo na Fórmula 1.

E, evidente que até pelo tamanho da estrutura, além das atrações em si, o museu conta com restaurantes, cafés, além de lojas oficiais que vendem miniaturas tanto da Ferrari, quanto de outras produtoras oficiais de veículos.

Preços e Contatos

Para adultos, os ingressos saem por 17 euros. Estudantes e maiores de 65 anos pagam 15 euros, enquanto menores de 19 anos acompanhados pelos pais pagam 7 euros. A entrada é gratuita para visitantes com deficiência e menores de 5 anos. Esses ingressos podem ser comprados online, ou na bilheteria do local em horário de funcionamento.

Para maiores informações, seguem os contatos:

Avalie