Informações para viajar com seu pet

Você quer viajar com seu pet mas não sabe por onde começar? Então hoje você vai entender quais são os passos necessários para cada tipo de viagem. Seja para viajar com seu pet de carro, ônibus ou avião, algumas regras devem ser seguidas.

O ponto de partida para viajar com seu pet

O primeiro passo para quem quer viajar com seu pet em qualquer meio de transporte, é conversar com o médico veterinário. Esse é o profissional capaz de avaliar a saúde do seu pet, e liberar a viagem ou não.

Além da avaliação geral da saúde do pet, o veterinário consegue dar algumas dicas específicas para a raça ou tamanho do pet. Dessa forma você pode se prevenir e comprar remédios ou distrações para o seu pet viajar sem stress.

Informações para viajar com seu pet

Faça algumas perguntas e chegue à uma conclusão

Depois de ter uma avaliação profissional, é importante que você, como guardião do pet, faça algumas perguntas para si mesmo. E além disso, é preciso ser sincero nas respostas, para ter certeza de que o pet estará feliz durante a viagem.

  1. Meu cachorro ou gato já andou de carro?
  2. Se sim, o pet gosta da experiência ou acaba ficando estressado?
  3. O cachorro ou gato está acostumado com bolsas ou caixas específicas para transporte de animais?
  4. Quando visita casas diferentes, com pessoas diferentes, o pet se sente bem ou fica ansioso?
  5. Meu pet é sociável e vai curtir a viagem?

De maneira geral, o importante é que a sua conclusão seja consciente e que viajar com seu pet seja uma boa ideia para todos os envolvidos. De nada adianta você estar feliz e realizado com o seu pet do seu lado, mas ele não estar disposto ou até ter problemas de saúde durante ou depois do passeio.

Agora, considerando que o veterinário liberou a viagem do pet, e você concluiu que é a melhor opção para ele e para você, vamos às dicas sobre viajar com seu pet!

Documentos necessários para viajar com cachorros e gatos

Assim como as pessoas precisam de documentos de identificação, carteira de vacinas, entre outros comprovantes para viajar, o mesmo acontece com os pets. Nesse caso, os documentos dos pets são exigidos em viagens de avião.

Viajar com animal pet

Portanto, quando for viajar com seu pet, não esqueça dos documentos essenciais para ter uma viagem tranquila. E é sempre bom prestar atenção às regras de cada país, no caso de viagens internacionais. Afinal, algumas restrições podem existir em um lugar, e não existir em outro.

Em viagens de avião nacionais

  • Documento de vacinação: animais com mais de 3 meses precisam mostrar o Certificado de Vacinação Antirrábica entre 30 dias e 1 ano da data do embarque. É possível fazer uma reaplicação da vacina 30 dias antes da viagem caso você não tenha acesso a esta informação.
  • Atestado de Saúde para Viagens Aéreas: durante a visita ao veterinário que citamos acima, o profissional pode emitir um Atestado de Saúde para Viagens Aéreas. E atenção: o documento deve estar com data de no máximo 10 dias antes da viagem.

Em viagens de avião internacionais

Como já citamos acima, os documentos solicitados vão depender de cada país, portanto sempre informe-se antes de planejar a viagem e embarcar.

  • Certificado Zoossanitário Internacional: para obter o documento, é preciso realizar uma consulta com o veterinário e ter junto os exames que foram feitos no animal. Este pode levar até 30 dias para ficar pronto;
  • CVI (Certificado Veterinário Internacional) ou passaporte;
  • Atestado de Saúde;
  • Laudo de Sorologia;
  • Carteira de Vacinação;
  • Microchip ou tatuagem: recursos mais tecnológicos que são exigidos algumas vezes

Além de estar com todas as documentações em dia, lembre-se de sempre entrar em contato com a companhia aérea. Isso porque cada empresa, assim como cada país, tem políticas diferentes e podem exigir um tipo de caixa de transporte ou até mesmo não transportar algumas raças de cachorro.

Viajar de carro com os pets

Para viajar com seu pet de carro e com segurança, é preciso que cachorros e gatos estejam presos pelo cinto de segurança. Existem diferentes opções para que o pet fique confortável. Para cachorros de até 10 kg, por exemplo, os assentos são ideais. Eles ficam presos no banco e são muito confortáveis e seguros.

Outra opção, agora para os cachorros de mais de 10 kg, é o cinto de segurança para cães. Este é outro item que garante segurança e conforto para seu viajar com seu pet.

Por fim, e sendo a melhor opção para gatos, é a caixa de transporte. Essas já estão disponíveis no mercado em diferentes formatos, cores e materiais. Mas lembre-se do que citamos acima! Se o seu pet não estiver acostumado com essas viagens, é possível que não seja uma experiência tão confortável para ele.

Outras atitudes para garantir a felicidade do seu pet durante a viagem:

  • Observar o pet de tempos em tempos e confirmar se está se sentindo bem;
  • Fazer paradas para o pet beber água, fazer suas necessidades e gastar energia;
  • Manter os vidros do carro abertos ou ligar o ar condicionado para a temperatura ficar agradável;
  • Jamais deixar os pets dentro do carro e ir fazer alguma outra coisa, especialmente no calor.

Por fim, as viagens de ônibus com pets

Você também pode viajar com seu pet em ônibus. E para isso, também é preciso seguir as algumas regras.

  • Atestado veterinário que comprove as boas condições de saúde do animal;
  • Transportar o pet em uma caixa de transporte.

Assim como para viagens de avião, as companhias de ônibus também possuem algumas regras específicas. Por isso sempre entre em contato para entender as regras e não ter problemas no momento do embarque.

Pronto para viajar com seu pet?

Agora que você já sabe que existem exigências específicas para cada tipo de viagem, já pode se preparar para a sua próxima viagem. Sempre lembre-se que o seu pet precisa se sentir confortável e feliz como você está ao levar ele junto para um passeio.

Faça uma consulta com o veterinário, compre os itens que forem necessários e garanta que toda a documentação para a sua viagem!

Avalie