5 dicas para levar em conta na hora de viajar com bebês

Não é segredo nenhum que o brasileiro adora viajar. Também pudera: com tanto lugar incrível para conhecer em nosso país, não dá mesmo para ficar muito tempo sem pegar a estrada. No entanto, é importante saber o que levar em conta na hora de viajar com bebês, especialmente os papais e as mamães de primeira viagem, que ainda não têm tanta experiência assim com o assunto.

Afinal de contas, existe muita coisa que a gente só aprende fazendo. Por exemplo, é só quando esquecemos alguma coisa em casa que lembramos da sua importância (embora já seja tarde!). O problema é que não dá para dizer “agora já foi” com o bebê. Às vezes é uma roupa, às vezes é algum tipo de produto ou cuidado especial que ele precisa e não dá para negligenciar.

Por isso, se você quer saber o que levar em conta na hora de viajar com bebês, precisa acompanhar o artigo a seguir até o fim. Siga a leitura!

Viajar com bebê: crianças sentadas na praia

O que levar em conta na hora de viajar com bebês: 5 dicas

1. Estação e clima

As crianças são muito sensíveis a mudanças no clima e na temperatura. Se está muito calor, é ruim. Se está muito frio, também. Se chove, é um problema. Se está sol, é outro.

Por isso, é importantíssimo ter em mente qual será o clima no seu destino. Para isso, faça uma pesquisa básica no Google para ver qual será a previsão de temperatura no seu destino, quais as condições básicas do local e mais detalhes importantes para o seu planejamento.

Se for fazer muito sol lá, leve protetor solar. Se for fazer frio, leve uma roupinha de lã antialérgica. Assim, você vai se adaptar adequadamente ao que encontrará no local de destino.

2. Modo de viagem

É importante pensar bem como será o seu modo de viagem para poder planejar tudo adequadamente. Afinal, os bebês são muito sensíveis e isso deve ser levado em consideração para uma viagem tranquila.

Por exemplo, se a viagem for de avião, é necessário haver algum cuidado básico com a criança, especialmente por causa da pressão na cabine na hora de levantar voo e aterrar.

Já a viagem de carro ou de ônibus é um pouco mais tranquila, mas ainda assim exige cuidados, como pausas regulares para poder distrair a criança.

3. Horário da viagem

Além do modo de viagem, o horário dela também é importante para o planejamento. Afinal, há muito impacto no horário para a criança. Por exemplo, se a viagem for curtinha, o ideal é fazê-la no horário da soneca do bebê. Isso ajuda a tornar a experiência mais tranquila.

Uma viagem mais longa deve ser feita à noite, pois a criança passará a maior parte do tempo dormindo. Assim, você consegue reduzir ao máximo o estresse da viagem e garantir uma experiência mais confortável.

4. Organize as malas

Saber como organizar as malas é essencial para tornar a viagem com o bebê um pouco mais confortável. Afinal de contas, é sempre necessário ter algum item ou recurso nas mãos para poder acalentar alguma situação.

É necessário montar as malas pensando em várias situações. Para a criança, é preciso ter itens de higiene, alimentação e vestuário sempre às mãos. Afinal, o bebê sempre precisa se trocar ou se limpar, pois é normal que se sujem muito.

Em segundo ponto, é necessário ter remédios sempre à mão. Esses remédios podem ser os prescritos pelo pediatra, mas também os de primeiros-socorros normais, como anti-cólicas, anti-térmicos e mais.

Tenha sempre algumas mudas de roupa extras. Por exemplo, sabe aquele body da LojaTorcidaBaby.com.br que você tem guardado? Leve-o para poder trocar, caso necessário.

5. Crie algum entretenimento

Para crianças um pouco mais velhas, já com 3, 4 ou 5 anos, é necessário ter algumas opções de entretenimento disponíveis para lidar com os jovens, especialmente em viagens mais longas.

Por exemplo, se o bebê já sabe lidar com o tablet, baixe alguns joguinhos extras para passar o tempo durante a viagem. Caso eles não saibam como fazer isso, baixe alguns episódios de séries ou programas que elas gostam de assistir. Sistemas de streaming como a Netflix e a Amazon permitem que os usuários possam baixar episódios para levar no tablet nesse momento.

Caso não seja possível, crie outras opções de entretenimento analógico, como bonecos e brincadeiras. Isso ajuda a passar o tempo e tornar a viagem mais agradável.

Prontinho! Essas são algumas dicas básicas para saber o que levar em conta na hora de viajar com bebês. Com esses cuidados e essas dicas, ficará muito mais fácil organizar uma viagem prazerosa com o seu bebê, de modo que todos se divirtam bastante no processo. Não esqueça, claro, de adaptar algumas dessas dicas de acordo com o seu contexto. Por exemplo, se o seu bebê for muito novinho, talvez ele não precise de entretenimento. Nessa hora, então, o foco é em tentar criar um ambiente tranquilo para ele cochilar. E aí, gostou das dicas? Comente abaixo com a sua opinião!

Avalie