5 cuidados na hora de viajar com seu cão

Viajar é bom demais, não é verdade? Mas para quem tem cachorro pode ser considerado um desafio a mais, pois existem muitos cuidados na hora de viajar com seu cão que você precisa tomar para que a experiência seja tão agradável para você, quanto para ele.

Pois muitos tutores de pets ficam com aquela dúvida enorme antes de viajar: levar o cão junto, deixar com alguém ou deixá-lo em um hotel para cachorros? Muitas cidades não possuem hotéis para cachorros, por isso essa opção pode não ser uma realidade para todos.

Deixar o cão com alguém também pode não ser uma boa opção, a não ser que essa pessoa seja realmente confiável, sendo assim, a melhor opção é levar o pet junto, afinal, ele estará sob seus cuidados e pode ser uma experiência divertida para ele.

Contudo, para que essa experiência seja realmente divertida e não frustrante, é preciso seguir os cuidados na hora de viajar com seu cão que eu vou citar logo abaixo agora mesmo.

5 cuidados na hora de viajar com seu cão

Agora, pensando em tudo que eu citei acima, vamos aos 5 cuidados essenciais que você deve tomar na hora de fazer uma viagem com o seu cão.

Cuidados ao viajar com o seu cão
Quando for viajar com cachorro, tome os cuidados certos. Foto: Pixabay

Fale com o veterinário do seu pet

Antes de mais nada, você não pode deixar de levar seu cãozinho ao veterinário dele, pois apenas ele pode dar o aval de que o pet pode fazer uma viagem, seja ela curta ou longa, isso porque ele dirá se o cachorro tem condições ou não de fazer a viagem.

Por exemplo, cães muito pequenos que ainda não tomaram as vacinas e cães mais idosos ou doentes, não podem realizar viagens, e cães que demonstram comportamentos ansiosos ou insatisfeitos com viagens, podem precisar de uma atenção especial.

Além disso, algumas raças não suportam temperaturas muito altas ou muito baixas, sendo assim, apenas o veterinário poderá dizer se o seu cão está ou não apto para realizar determinada viagem.

Atente-se ao meio de transporte

Cada meio de transporte exige que você leve seu cão de uma forma, além disso, alguns meios de transporte como ônibus e aviões possuem suas próprias regras a respeito do transporte de animais, sendo assim, é preciso checar com a empresa responsável pelo transporte quais são as regras que ela impõe.

Viagens de carro são mais simples, pois você pode levar seu pet em uma caixa de transporte apropriada, ou em uma cadeirinha especial para cachorro, apenas deixe de lado a ideia de carregar o animal solto dentro do carro, pois não é indicado.

Em viagens de ônibus é necessário que você verifique com a companhia se é permitido ou não levar animais de estimação, qual a caixa de transporte adequada que eles exigem e se é necessário comprar uma passagem exclusiva para o pet.

Referente às viagens de avião, também é necessário que você verifique com a companhia aérea quais são as regras a respeito do transporte de cães, pois geralmente essas regras mudam de companhia para companhia e são diferentes para cães de pequeno, médio e grande porte.

Cuidado com a alimentação

Para evitar acidentes durante a viagem, o ideal é que seu pet não seja alimentado nas 3 horas antecessoras à viagem, apenas garanta que ele beba a quantia suficiente de água para não ficar desidratado.

Após a viagem, é hora de alimentar seu cãozinho e caso você note que ele está um pouco indisposto, a Longevi é um super suplemento para cães que, além de trazer de volta a disposição, garante uma qualidade de vida mais longa e saudável para o seu pet, ou seja, é a solução perfeita para esse tipo de situação, além de fornecer muitos outros benefícios.

Não se esqueça da coleira e da tag de identificação

A ideia de que o cachorro fuja da nossa própria casa já assusta, não é verdade? Então imagina se isso acontecesse em um lugar diferente, em outra cidade ou, até mesmo, em outro país. Mais assustador ainda, não é mesmo?

Por isso, a fim de evitar esse tipo de situação, não esqueça de colocar a coleira com a tag de identificação em seu cãozinho, dessa forma, você pode passear calmamente com ele e evitar que ele fuja e se perca em um lugar completamente desconhecido.

Separe todos os objetos do pet

Por último, mas não menos importante, esse é um dos cuidados na hora de viajar com seu cão, que é tão importante quanto os outros, que é fazer uma mala apenas com as coisas essenciais do seu cachorrinho. Ração, medicamentos, brinquedos favoritos, coberta e a caminha dele são ítens que você com certeza não pode deixar para trás. Se seguir todas essas dicas de cuidados na hora de viajar com seu cão, a viagem será tão satisfatória para você, quanto para seu companheiro de quatro patas.

Gostou? Deixe o seu comentário abaixo para ajudar os demais leitores do Agora Viagem!

Avalie