Inicial > Dicas de Viagens > Atrasos ou Cancelamento de Voos: Conheça seus direitos!

Atrasos ou Cancelamento de Voos: Conheça seus direitos!

Viajar é sempre um momento estimulante e de ansiedade: chegar do outro lado do mundo para um trabalho importante ou mesmo conhecer outros lugares do país, sempre nos deixa mais animados e na expectativa do melhor. O complicado é quando se chega no aeroporto pronto para viajar e ter seu voo atrasado ou cancelado.

Imprevistos acontecem em todo lugar, na vida de qualquer pessoa e isso é algo que não podemos controlar, mas voltar para trás sem um parecer da empresa de aviação ou mesmo seu dinheiro de volta em alguns casos, são erros que roubam seus direitos e deixam você na mão quando mais precisa. Saiba como agir quando há atrasos ou cancelamentos de voos e conheça seus direitos legais quando o voo não acontece, mesmo depois de já ter comprado as passagens aéreas.

Atrasos ou cancelamentos de voos

Conheça seus direitos sobre o Atrasos ou cancelamento de voos

O que causa atrasos ou cancelamento de voos?

Quando a empresa de aviação anuncia que seu voo foi cancelado ou terá um atraso significante, é preciso que todos os passageiros sejam informados da causa ou possíveis causas. As mais frequentes delas são:

  • Condições do clima: em caso de chuva forte, neblina ou ventania, geralmente por motivos de segurança, os voos geralmente se atrasam ou são cancelados;
  • Trafego aéreo excessivo: Quando há muitos aviões em curso nas rotas aéreas, o melhor é que os aviões que ainda irão voar aguardem um pouco e assim possam se atrasar, mas que garantam a segurança de seus passageiros;
  • Manutenção inesperada: As vezes o avião pode apresentar algum problema e deve ser imediatamente parado para averiguação. Enquanto isso, se não houver um avião substituto, a companhia aérea pode cancelar o voo ou atrasá-lo.

Outros casos:

  • Piloto, copiloto ou outros tripulantes que possam estar faltando em um voo, pode cancelar ou voo ou atrasá-lo;
  • Ocupação abaixo de 30% de passageiros, o que pode fazer a companhia aérea cancelar o voo ou trocar a data até chegar a um número satisfatório de passageiros.

Como proceder nestes casos?

A principal dica é manter a calma! Não adianta ficar nervoso quando o caso é alguns desses, pois na maioria das vezes essas situações são necessárias para garantia da segurança de todos os passageiros.

Agora há casos onde a companhia aérea não informa os passageiros sobre os motivos do atraso ou cancelamento e também não querem devolver o dinheiro. Nesses casos você tem direitos e as novas regulamentações de 2010 da ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil, asseguram que você tenha clareza do por que a sua viagem não aconteceu e ainda obriga as companhias aéreas a te auxiliar e oferecer serviços sem custo até a próxima viagem.

Conheça seus direitos

Se seu voo foi cancelado ou atrasará mais do que o normal, o superior a 1 hora, a companhia tem o dever de informá-lo sobre todos os problemas que ocasionaram o cancelamento ou o atraso do seu voo e deve oferecer a você e sua família:

  • Reacomodação: Caso o voo será cancelado por número abaixo de 30% de passageiros ou muitos passageiros num mesmo voo, o chamado Overbrooking, a companhia deve oferecer uma nova reacomodação em um novo voo e sem nenhum custo ou a reacomodação deverá também ser em caso de atraso e uma nova viagem em outro avião sem qualquer ônus a mais;
  • Assistência material: Caso o atraso de seu voo seja superior a 1 hora, a companhia deve oferecer todo acesso de comunicação como uso do telefone e da internet em 2 horas assim como a alimentação. Se o atraso é superior a 4 horas, a companhia deve fornecer acomodação em um hotel;
  • Reembolso: Caso o atraso seja maior que 4 horas e também tenha acontecido o cancelamento do voo, você pode ter o reembolso total do valor em caso da viagem ter sido paga a vista ou se através de um cartão de crédito, a companhia irá pagar em parcelas conforme foi acertado com administradora do cartão.

Depois de 1 hora de atraso e informado pela empresa, cobre esses direitos e observe se todos eles estão sendo seguidos corretamente pelas companhias aéreas. Assim você não terá dores de cabeça e conseguirá fazer sua viagem logo com mais segurança e com todos seus direitos assegurados.